Como prevenir a disfunção erétil?

  • May 16, 2019

A disfunção erétil, também chamada de impotência sexual, nada mais é do que a incapacidade de um homem ter ou manter uma ereção que seja suficiente para uma relação sexual.

Isso pode acontecer em decorrência de algum tipo de patologia crônica ou ainda por causa de distúrbios psicológicos que afetam sua vida.

A impotência sexual causada por doenças, no entanto, é um problema mais comum em homens mais velhos, ou seja, quando maior a idade, maior o risco do problema, mas isso pode ser tratado com uso de estimulantes naturais como o tittanus que é um estimulante sexual masculino.

Já no caso da impotência emocional, o problema tende a ser mais comum em homens mais jovens, normalmente causada por distúrbios de ansiedade de desempenho.

No entanto, mesmo que o problema não tenha se manifestado, é sempre uma boa alternativa agir de uma forma preventiva, a fim de diminuir o risco.

Então, vamos conhecer a seguir algumas dicas para prevenir a disfunção erétil:

  1. Tenha boas noites de sono

Segundo um estudo realizado pela Unifesp, os pacientes que apresentavam impotência costumavam acordar mais à noite, tendo o chamado sono fragmentado, não atingindo o estágio mais profundo.

Mais do que isso, a falta de um sono adequado é um fator de risco para o desenvolvimento de problemas cardiovasculares, diabetes e aumento de peso, que contribuem para o desenvolvimento de impotência.

  1. Uso de drogas

Estudos mostram que o cigarro eleva o risco de disfunção erétil. Isso significa que os homens que fumam apresentam uma chance 40% maior de ficar impotentes ou apresentar problemas de desempenho sexual.

Já para os que fumam uma quantidade menor do que 20 cigarros por dia podem ter um aumento de 24% no risco.

Além disso, usuários de álcool, ecstasy, crack e cocaína apresentam perda da libido, 47% mais chance de ejaculação precoce e impotência.

  1. Diminuir o estresse

Especialmente os homens mais jovens pode sofrer com problemas de estresse e ansiedade de desempenho, o que contribui para a impotência.

Isso porque esses sentimentos possuem uma relação direta com a liberação de hormônios que impedem que uma ereção ocorra, como é o caso da adrenalina.

  1. Comer bem é o melhor

Alimentar-se bem é fundamental para prevenir o surgimento da impotência sexual. Somente assim você pode é possível manter o corpo em equilíbrio e evitar também outras doenças que podem aumentar o risco de impotência.

Manter uma boa rotina de atividades físicas aliado a uma boa alimentação é outra excelente forma de prevenir o problema.

Calêndula, conheça esta planta medicinal

  • April 28, 2019

A calêndula é uma planta medicinal muito utilizada também na fabricação de cosméticos e para fins ornamentais.

Há pouco tempo um novo mercado para a comercialização da calêndula surgiu no ramo alimentício. Suas flores são cultivadas de maneira especial (sem agrotóxico ou química) para serem consumidas em saladas e como acompanhamento em alguns pratos.

Embora seu sabor não seja considerado muito agradável, os benefícios do chá da calêndula para a saúde são muitos.

Propriedades

Possui propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas, antiviral, antioxidante, alivia dores musculares (câimbras), muito eficaz no caso de infecções de pele, inclusive em doenças mais graves como erisipela e câncer de pele.

Benefícios da calêndula

  • Desintoxicante

Por seu efeito diurético, o chá da calêndula estimula o organismo a expelir o líquido (em forma de urina) eliminando as toxinas do organismo.

  • Alivia cólicas

A calêndula oferece resultados estrogênicos, ou seja, ajuda a equilibrar a ação dos hormônios no período menstrual. Com isto alivia ou até evita sintomas comuns neste período como TPM e cólicas.

  • Cicatrizante

O chá é muito utilizado para uso tópico, no tratamento de lesões e inflamações na pele. Sua aplicação na área afetada (compressas) evita o aumento da inflamação através do sua propriedade anti-inflamatória. Possui também ação analgésica que proporciona alívio na dor causada pela ferida.

  • Reforça o sistema imunológico

Por suas propriedades bactericida, antioxidante e antiviral, a calêndula previne doenças pois fortalece o sistema imunológico tornando-o mais eficiente no combate aos agentes infecciosos e transmissores de doenças.

  • Anti-inflamatório

A calêndula tem propriedade anti-inflamatória que se deve aos flavonoides. Este complexo antioxidante protege o organismo dos radicais livres, diminui os níveis inflamatórios como a proteína C reativa e a citocina.

Sua ação anti-inflamatória se deve também ao ácido linoleico que faz da calêndula um excelente remédio para aliviar assaduras, queimaduras, dermatites, dores de garganta etc.

  • Hemorroidas, ulceras e feridas

A calêndula pode ser usada também em forma de gel ou pomada, encontrada em farmácias de manipulação, para ajudar na recuperação e cicatrização de feridas e ulceras.

A planta aumenta o fluxo sanguíneo na área afetada permitindo que mais nutrientes e oxigênio possam chegar ao local afetado. Isto ajuda no processo de cicatrização e regeneração. Por esta razão seu uso no tratamento da hemorroida tem obtido um bom resultado.

Embora seja um produto natural, faça uso desta planta com moderação, sempre observando as reações do seu corpo. Seu uso não é indicado para gestantes.

Se você quer saber um pouco mais sobre a calêndula, saiba mais para que serve e muito mais: